Pages

Subscribe

02/02/2010

RENDILHADOS DA PAIXÃO



Encanto com o meu doce canto de amor
E deparo com a dor que desencanta

Réstia de luz apazigua o coração dorido
Vívida numa canção de amor e pranto
No peito arde uma saudade renhida
Viceja um ode ao amor e a desilusão
Selei em ti a chave do meu coração

Num suspiro a luz Divina alenta minh'alma

Arde no peito a lúdica inspiração
São rendas luminosas que anima meu espírito
Da ausência deixada de sua meiga visão



A claridão da lua que desponta enamorada
Brilha no chão pequetitas pedrinhas cintilantes
São forças luzentes de melodiosa paixão
Tapete de luz ornado por pontinhos faiscantes
Um rendilhado de estrelas brilham no chão em que pisas
E a estrada da vida, marcará estes pés de caminhante
Eis uma visão de ventura na alcatifa Divina
Adornando sua terna silhueta luzidia
Esse grande amor de suave ilusão

Simplesmente foi embora...


Norma Villares

(05.02.2007)








"Só Louco" nada melhor do que Rosa Passos cantando Caymmi.

Eis que soa alto a alma da poetisa que não sou... apenas treineira na vida...


17 comentários:

Ana Cristina Cattete Quevedo disse...

Canção de amor com céus e despedidas são minhas favoritas

Beijo

Bom dia

Norma Villares disse...

Eu também Cristina,
Mas, não sou poetisa, sou treineira...
Beijinhos

Marcos Takata disse...

Norminha
Você é boa treineira, porque comigo não sai nada,.
Realmente é canção de amor e despedida.
Muito linda, só triste
Bijusss

Maroca disse...

Imagina!
Eu nem sei juntar duas letrinhas, hahaha.
Concordo, você é boa treineira.
Eiba! que canção bonita.
Alegria e tristeza serve paa tomar chá de cidreira.
Bjs

ONG ALERTA disse...

Nada vai embora quando aprendemos a usar nosso coração pois tudo fica lá guardado, paz.

JPBARROS disse...

Norma
Sempre nos presenteia com postagens maravilhosa, mas este presente que nos dá com a poesia escrita por si, torna-nos mais íntimos e próximos do ser maravilhoso que é.
Gostei muito, não esconda o fulgor e energia dos seus pensamentos e nos prive de os desfrutar.

Um beijo

Anne Lieri disse...

Norma,no lirismo de teus versos só uma coisa:encantamento!Bjs,

angela disse...

Esta bonito o poema de amor que partiu, sem deixar de amar.
beijos

Vila das Amigas disse...

Oi Norma,
Só a alma sensível para escrever assim, tão lindos versos.
Beijo.

A Magia da Noite disse...

encerra-se a alma na ausência de um amor que partiu e nos deixou ficar apenas o vazio.

Uman disse...

Norma,
Acho-a sim, uma poetisa, daquelas sensíveis que sabe tocar o coração e o mais importante, a reflexão. A chegada e despedida do Amor apoquenta o coração. Que forma dolorosa de sentir.

Minha amiga luz,
um beijo,
Jorge

EDUARDO POISL disse...

Passando para desejar uma linda semana.

"Para fazer mudanças não é preciso buscar novas paisagens.
Basta apenas olhar com novos olhos"
(Marcel Proust)

Abraços com carinho

Helena disse...

É a beleza e luz do coração que faz o brilho dessas palavras...
Bonito, Norma!

Beijos!...

Norma Villares disse...

Helena, muito obrigada pela gentil palavras.
Um grande abraço

Norma Villares disse...

Eduardo Posl,
Eu agradeço pela belas palavras.
Abraços sublimes

Norma Villares disse...

Marcos,

Uman,

Vila de Amigas,
Muito obrigada pelas palavras gentis, sou aprendiz de aprendiz.
Melhores abraços

Norma Villares disse...

Jpbarros,
Vocês está sendo muito gentil, em apreciar aquilo que escrevo. Você é que é muito criativo.
Melhores abraços

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...