Pages

Subscribe

26/02/2010

BOM PARA REFLETIR!

A PERDA DA ALMA





Temos tempo para investir em nós mesmo, basta querer. Ficamos de bobeira vivendo a vida alheia, realizando por tabela. sem investir nem um taquinho em nossas próprias realizações.
Vale a pena ler esse texto de Julia Kristeva.

"Um dos gritos modernos mais importantes em favor do homem é o de Julia Kristeva, uma das mais brilhantes e respeitadas intelectuais da atualidade.
A psicanalista búlgara, professora da Sorbonne, constata que o homem moderno está perdendo a sua alma, mas não se dá conta disso.
A princípio, quem estiver lendo pode achar que essa perda é um desencontro com Deus, um abandono do espírito e horrorizar-se.
Não, nada a ver.
Não dizem que tal cantor fez o show com a alma? Que a atriz interpretou colocando sua alma no palco?
Na nossa alma estão as emoções mais puras, a intuição, os sonhos, o sentido (além dos sentidos), o talento virgem, a pujança dos sentimentos.
A habilidade de amar, por exemplo, é um grande sinal anímico.
Ou alguém é capaz de amar, de amar mesmo, sem que seja através da alma?
Pode-se ter simpatia, carinho, atenção, atração física, até um certo envolvimento gostoso, mas amor é alma e fim de papo.Mas por que essa fabulosa mulher clama que estamos perdendo a nossa alma?
O faz através desta instigante questão: ‘‘Confrontada aos antidepressivos e ansiolíticos, à aeróbica, ao utilitarismo social, à Sociedade do Espetáculo, ao poderio econômico, ao massacre da mídia e à absoluta futilidade, a alma ainda existe ?’’
Justamente na medida em que banalizamos esta vida a um ponto inacreditável, tornando-a um instrumento, um objeto, quase um eletrodoméstico que trabalha ininterruptamente em favor de um resultado ou daquilo que se espera dele por parte de quem o manuseia constantemente.
Banalizar é colocar-se por inteiro no padrão externo, nada deixando resguardado.
Gostaria muito que vocês se lembrassem deste apelo: não podemos passar a existência no desperdício único da prestação de serviços!
Como isso é sério gente!
Fundamental para o resguardo da nossa alma é a consciência de que uma parte de nós não entra no mundo.
Ou seja, há uma parte sua que não é casada com ninguém, que nunca teve filhos, que não é profissional de nada, brasileiro, paulista, membro desta ou daquela entidade.
Uma parte saudavelmente intacta.... Aí vive a nossa alma.
Fica então um pedido : Dê 80% de você para o mundo e para os outros, mas guarde 20%, por favor.
É por esse percentual que circulam os seus sonhos, a chance de renovação, a transformação, a criatividade, a possibilidade de mudar, renovar, re-significar.
Mesmo que isso custe o chamado de ‘‘egoísta’’ por parte dos outros, ainda que todos os elogios que lhe façam estejam apenas nos 80%.
Tenha a certeza de que os 20% guardados não farão a menor falta para os outros, mas, para você, são fundamentais.
Para que não descubra tarde demais que nada fez por si mesmo, para o derramar-se no inédito e não cair na massificação total, no desconstruir-se em nome do nada, para ter o que entregar ao espírito, o correspondente da alma num outro plano, quando surgir a pergunta... "O que fizeste por ti ?". (Julia Kristeva).

Pare e pense!
Abraços

14 comentários:

Ковёр-самолёт disse...

o mundo e as pessoas são tão diversas que por um lado eu concordo plenamente com a ideia dessa autora, mas ao mesmo tempo isso não se aplica a muita gente em muitos lugares... afinal, o que é o mundo, o que é o homem? até mesmo a noção de tempo é relativa, assim que o homem moderno de uma grande metrópole não é o mesmo nem sofre o mesmo processo da contemporaneidade que um berbere do deserto do saara, um boia-fria do interior de minas ou um monge tibetano. é claro que o que nos interessa é o nosso contexto, de cidade grande, como salvador, mas daí a agravar o mundo... que mundo?

Reyel Angel disse...

Não havia pensado... Valeu!
Bjos na alma!

Norma Villares disse...

Olá Ковёр-самолёт, muito obrigada pela visita e comentário.

Concordo com você que as necessidades sociais vá diferir consoannte o processo cultural de cada povo.

Cada povo tem suas crenças e sua cultural... Gerando necessidades consoante a...

Mas as necessidades pessoais são iguais em todos os povos, vejamos:

Amar e ser amado.
Alimentar no físico, emocionalmente e cultutalmente.
Necessidades básicas de higiene.
Necessidades de prazer.
E outras tantas...

Bem, no tocante as essas necessidades individuais, a autora discorre seu discurso.

Assim, ela chama atenção para a PERDA DA ALMA. No sentido de falta de investimentos e cuidado, tendo em vista a individualidade. O ser humano individual.

Pergunta-se?
Com o dinheiro que você ganha, o que você reserva para você "Ковёр-самолёт". Só para você.

A autora chama atenção para que seja reservado pelo menos 20% para si mesmo. Guarde para você!

Isso é construir sua alma, a dosagem do rico prazer de CONVIVER consigo mesmo. Auto-adotar-se (leia um post que fiz sobre auto-adoção).

Concordo com você outra vez, no sentido da diversidade de cada povo. O nosso POVO BRASILEIRO, com o salário de R$520,00 com 5 filhos. Ninguém consegue guardar R$ 1,00 para assistir o FILME AVATAR que todo mundo está falando que é legal e que gerou uma vontade interna de ir assistir. Essa realidade dura, infelzmente existe. Então esses seres humanos não guardam NADICA de nada para si mesmo, porque não podem. Também se transormam em seres não realizados.

Apesar de ser paradoxal.

Porque ninguém consegue explicar como o povo brasileiro com salários tão baixos, ainda tem sede de viver e uma alegria contagiante.

Bem amigo, fica aí uma sugestão.

Reserve seus 20%(se você pode) e faça algo para você mesmo, sua alegria, seu prazer, sua realização física, emocional e espiritual.

Lembra daquele "fim de semana" na praia, que tanto você queria ir. POis bem, reserve seu dim dim e faça uma viagem para seu deleite. Afinal você, trabalha para pagar cas, para pagar colégio de filho, alimento, roupas...

E você????????????????

Pense nisso!

Grande abraço

Norma Villares disse...

Olá Reyel, muito obrigada pela visita e comentário.

Que bom que gostou do texto.
Pois bem, pense nisso!

Aquilo que faz os seus olhos brilharem, seu coração vibrar, sua alegria brotar é ALMA.

É esse investimento que a autora baliza sua tese.

Então, compre um lindo baton, um vestido legal, fiquem bem bonita e vá assistir aquela peça de teatro que você tanto anseia ir assistir.
Pense nisso!
Grande abraço

Marcos Takata disse...

Namaste Norminha,
Eu já conhecia esse texto. E me chamou atenção foi esse brilho nos olhos. Um ser humano que investe pelo menos 20% em seu sonhos pessoais, tem esse brilho nos olhos.

Tem ALMA, sentimos bem na presença de um ser humano realizado em sua alma.

Concordo com o Ковёр-самолёт, pois as divesidades culturais vai gerar outras necessidades também diversas.
E concordo com você, porque as necessidades individuais são iguais em todo planeta.

Bijus

Ana Cristina Cattete Quevedo disse...

Não havia pensando por esse lado.
Mas temos que nos preservar e noa amar primeiramente.

Grande lição!

Beijo!

Norma Villares disse...

Olá Cristina, muito obrigada pela visita.

Pois é esse investimento que vai fazer brilhar os olhos e vai dar um quantum de alegria de viver.
Roberto Crema ensina a alquimia da auto-adoção:

"Desisto de esperar que os outros me preencham e tomem conta de mim; que os outros advinhem a minha carência e me concedam espaço. Tomo agora a minha própria mão; comprometo-me a ser um acompanhante amigo de mim mesmo. Assumo ser a minha própria luz."

Eis a experiência mais bela que cada um de nós pode dar a si mesmo, a forte e cuidadosa vivencia de ser amigo de si mesmo. E dar ALMA a sua individualidade.
Beijinhos

Riva disse...

Faz tempo que o ser humano perdeu o próprio rumo (ou a própria alma). Assim, procura Deus, onde êle não estará nunca : lá fora. E aqui, de dentro de nós, sem o saber-mos, Ele sorri com tamanha burrice. Será que terá que mostrar o caminho outra vez ? Ele espera que não. Os alunos são muitos insensatos. Abraços.

manuel marques disse...

De que serve ao homem conquistar o mundo inteiro se perder a alma ?


Beijos.

Ковёр-самолёт disse...

pode crer, isso eu vejo como o equilíbrio necessário para todas as coisas. eu disse, em primeiro lugar, que concordo com a ideia, mas é que tanto se fala em mundo, em gente, generalizando-se tudo... uma vez, após meses de trabalho e estudo incessantes, estresse e cansaço, tive um dia de folga e vi quão belo e pacífico era o meu apartamento quarta-feira de tarde, com a vista para a baía de todos os santos, algo que estava alí todos os dias, e eu me estressando e achando que o mundo todo era aquela rotina maçante minha... da mesma forma como me deleitei, após tanto estresse e cansaço, vendo aquele fim de tarde tão plácido, apreciaria estar ocupado, cheio de afazeres, após meses de férias entediantes, vendo aquele mesmo plácido fim de tarde... todo dia. não sei se dá pra me entender, mas, olha aí o equilíbrio de novo!
ah, quanto a me seguir, fico lisonjeado, mas eu realmente não sei como. tenho duas seguidoras e até hoje não sei como elas conseguiram me seguir, já que não tenho essa opção na página inicial.

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Norma
O homem moderno está perdendo a sua alma, porque está muito mais preocupado em ter do que ser.
Beijos

Uman disse...

Norma,

O homem está se distanciando da sua alma, porque se aproxima mais da matéria. Mas somos a nossa escolha e cada caminho tem sua resposta. A questão é como reagimos a essas respostas. Se as reações vem dos 20% significa que estamos respondendo com ponderação.

Meu anjo, um beijo, com carinho,
Jorge

Norma Villares disse...

Muito obrigada amigos pela visitinha e pelos comentário sobre o texto, cada trazendo elucidações interessantes.
Grande abraço

Renata disse...

Olá, enquanto o homem se preocupar com o que tem ´nunca vai saber oque realmente é.Bjs uma nova admiradora do blog!Renata.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...