Pages

Subscribe

22/11/2009

O LIRISMO DE CECÍLIA MEIRELES




"Modinha", ganhou versão musical feita pelo cantor e compositor Carlos Walker. A canção está presente no disco "A Frauta de Pã" (Frauta, com "r" mesmo), lançado em 1975 pela RCA Victor. Não por acaso, o LP - o primeiro do artista - foi dedicado à memória de Cecília Meireles e de Cassiano Ricardo, dois dos maiores poetas da língua portuguesa. Um disco muito bom para ser ouvido, com destaque para a presença João Bosco ao violão, acompanhando "O Cavalheiro e os Moinhos" (Bosco/Aldir Blanc), além da bonita interpretação de "Um dia", uma das primeiras composições de Caetano Veloso.

A novidade é que Carlos Walker retorna ao disco neste ano de 2009 com o lançamento do CD "Fio da canção", o terceiro disco solo da carreira, e o primeiro só de inéditas, compostas em parceria com engenheiro Lúcio Gregori, que aos 72 anos se descobre como compositor. O segundo disco foi o elogiado "Onda", tributo ao 60º aniversário de Tom Jobim, já relançado em CD. O novo trabalho traz arranjos do maestro e pianista Laércio de Freitas, e participações de músicos da Orquestra Sinfônica de São Paulo (Osesp) e da cantora Ná Ozzetti na faixa "Valsa da onda que volta".

Walker revela que a proposta do novo CD é desenvolver o lado autoral, pois os discos anteriores destacaram mais o intérprete de outros compositores. O artista tem no currículo parcerias musicais com João Gilberto (Regata), Aldir Blanc (Estrada da intemperança) e Hermeto Paschoal (Desencontro certo, entre outras). Apontado pela crítica especializada na década de 70 como uma das vozes mais promissoras de sua geração, Walker destaca que "Fio da Canção" dá um original olhar sobre a Bossa Nova, pois em 2008 durante as comemorações do cinquentenário do movimento musical percebeu que todo mundo só gravou remakes de antigos compositores. Por esse motivo, a dupla de compositores decidiu recriar, usando elementos retrô-chiques da própria estética bossanovista.

O artista começou aos 14 anos, quando encantou o júri formado por Alaíde Costa, Johnny Alf e músicos do Zimbo Trio, e venceu o Festival da Moderna Música Popular, em Santos. Teve o aval de artistas como Elis Regina, Antonio Carlos (da dupla com Jocafi) e de sua esposa na época, a cantora Maria Creuza, que o levaram até a gravadora RCA, por onde lançou em 1974 o primeiro disco, um compacto simples produzido por Sérgio Cabral com "Alfazema" (incluída na trilha sonora da novela O Espigão). Ainda nos anos 70 esteve presente nas trilhas nacionais de "Escalada" (Beatrice) e "Gabriela" (Adeus, de Dorival Caymmi), todas da Rede Globo.

Walker, que também é astrólogo e publicou livros sobre o assunto, já tocou e gravou com Egberto Gismonti, Piry Reis, Yuri Poppof, Romero Lubambo, entre outros. Em 2005, apresentou o show "Retrato em branco e preto', ao lado da cantora Alaíde Costa. Também canta na abertura feita por Marcello Dantas no vídeo premiado sobre a poeta Ana Cristina Cesar.


"Modinha"

Tuas palavras antigas
Deixei-as todas, deixei-as,
Junto com as minhas cantigas,
Desenhadas nas areias.
Tantos sóis e tantas luas
Brilharam sobre essas linhas,
Das palavras que eram tuas
Das cantigas que eram minhas
O mar, de língua sonora,
Sabe o presente e o passado.
Canta o que é meu, vai-se embora
Que o resto é pouco e apagado.



A poesia Cecília Meireles (07/11/1901 — 09/11/1964) é considerada o mais elevado lirismo da moderna poesia de língua portuguesa. O seu desprendimento, a sua fluidez, o seu poder transfigurador, a sua simplicidade e seu preciosismo, acerca-se da nossa poesia primitiva e do nosso lirismo espontâneo... A poesia de Cecília Meireles é uma das mais puras, belas e válidas manifestações da literatura contemporânea.




Fonte:

http://www.youtube.com/watch?v=tolZxKTfHmM
http://www.youtube.com/watch?v=VE0x1eLkVQI&feature=related

15 comentários:

angela disse...

Norma
Quanta informação boa e que video lindo da Cecilia.
beijos

Cris Tarcia disse...

Bom dia, Norma!

Adoro as poesias de Ceclia Meireles.

Tem um selinho pra você lá no meu cantinho O Amigo da Paz, espero que goste

Beijos e uma linda semana

Adriana Alba disse...

Hola Norma!! Bella entrada. Te he dejado un premio para ti en mi blog. "Destellos Angelicales"

Abrazos de Luz!!!!

Adriana Alba

IVANCEZAR disse...

Belíssima postagem.
Uma delicia teu blog
bj

Cachorro Louco disse...

Norma : Tem um selo para você no meu blog .

Beijos

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Olá minha amiga.

Cecília tem esta magia, de por meio do simples, nos levar ao grandioso.
Assim deveria ser as nossas vidas.
Entrega de modo pleno...
Sentimentos brilhando nos olhos...
Poemas tributos a esperança...

Muito linda es postagem.

Fica em paz.

LUCONI disse...

Vir aqui, é um refrigério para a mente e a alma, a modinha é linda, e os ensinamentos que nos passa, através do texto e vídeo da Cecília são mil, parabéns Luconi

Wanderley Elian Lima disse...

Postagem completa, música, letra, video e biografia. Parabéns

Zininha disse...

Poeisa e música, tudo a ver...
Ficou lindo demais...
Norma querida...saudades! beijos...

REGINA GOULART SANTOS disse...

Oi, Norma Villares.
Linda modinha, para ser cantada muitas vezes.
E Cecília Meirelles, um brilhantismo ímpar.
Quando puder, dê uma passadinha nas"Entrelinhas" e por favor, leve todos os selos que quiser, sem tarefas, como demonstração de minha amizade.
Beijos

Mariana disse...

O que dizer diante deste post que fala da grande Cecília Meireles? simplesmente fantástico.
Beijos

Sarah El Khouri disse...

Maravilha! Cecília é a minha poetisa preferida! É vom vê-la aqui!

Norma Villares disse...

Amigos e amigas evolutivas, agradeços a todos vocês pela gentileza da visita e comentários.
um grande abraço

Maria José Speglich disse...

Cecilia e imbativel.
Demais sensivel. Eu a amo.

Norma Villares disse...

Obrigada a todos os amigos que escreveram nesse post.
Um grande abraço

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...