Pages

Subscribe

05/11/2009

AMOR MADURO


O amor maduro não é menor em intensidade. Ele é apenas silencioso. Não é menor em extensão. É mais definido, colorido e poetizado.

Não carece de demonstrações: presenteia com a verdade do sentimento. Não precisa de presenças exigidas: amplia-se com as ausências significantes.

O amor maduro tem e quer problemas, sim, como tudo. Mas vive dos problemas da felicidade. Problemas da felicidade são formas trabalhosas de construir o bem e o prazer. Problemas da infelicidade não interessam ao amor maduro.

Na felicidade está o encontro de peles, o ficar com o gosto da boca e do cheiro, está a compreensão antecipada, a adivinhação, o presente de valor interior, a emoção vivida em conjunto, os discursos silenciosos da percepção, o prazer de conviver, o equilibrio de carne e de espírito.


O amor maduro é a valorização do melhor do outro e a relação com a parte salva de cada pessoa.

Ele vive do que não morreu mesmo tendo ficado para depois. Vive do que fermentou criando dimensões novas para sentimentos antigos, jardins abandonados, cheios de sementes.


Ele não pede... tem. Não reivindica... consegue. Não percebe... recebe. Não exige... dá. Não pergunta... adivinha.

Existe para fazer feliz.


O amor maduro cresce na verdade e se esconde a cada auto-ilusão. Basta-se com o todo do pouco. Não precisa e nem quer nada do muito. Está relacionado com a vida e sua incompletude, por isso é pleno em cada ninharia por ele transformada em paraíso.


É feito de compreensão, música e mistério.
É a forma sublime de ser adulto e a forma adulta de ser sublime e criança.
É o sol de outono: nítido mas doce..., luminoso, sem ofuscar..., suave mas definido..., discreto mas certo.
Um Sol que aquece até queimar.



Esse é Artur da Távola, um grande poeta e cronista que vida nos presenteou.
Que a Força Divina abra todos os seus caminhos na Pátria Espiritual!
Muita Luz!


28 comentários:

As Dores do Silêncio disse...

O texto eu ja conhecia,ele é de uma verdadeira emoção extrema...
E o video abaixo, me fez lembrar do tempo de educadora,e agora da minha filhinha cantando sempre ...
Aqui é lindo eu adorei me senti em casa...
Passarei a frequentar sempre aki
bjs um otimo final de semana abençoado
Fique com Deus
Soll

Norma Villares disse...

Muito obrigada Sol, seu cantino também é cheio de mimos. Fico feliz em vê-la aqui comentando.
Um grande abraço

Carmem L Vilanova disse...

Vivo, gracas a Vida, um lindo Amor Maduro... silencioso, mas nao menos intenso, mas sim mas verdadeiro!

Beijos, flores e muitos sorrisos... sempre!


Eu Sei Que Vou Te Amar
Viver Integral

angela disse...

Muito lindo,lembrei desse poema.

AMOR E SEU TEMPO

Amor é privilégio de maduros
estendidos na mais estreita cama,
que se torna a mais larga e mais relvosa,
roçando, em cada poro, o céu do corpo.

É isto, amor: o ganho não previsto,
o prêmio subterrâneo e coruscante,
leitura de relâmpago cifrado,
que, decifrado, nada mais existe

valendo a pena e o preço do terrestre,
salvo o minuto de ouro no relógio
minúsculo, vibrando no crepúsculo

.Amor é o que se aprende no limite,
depois de se arquivar toda a ciência
herdada, ouvida. Amor começa tarde.

Carlos Drummond de Andrade

beijos

MOMENTOBRASILCOM.COM disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
MOMENTOBRASILCOM.COM disse...

NORMA, p/ ser realmente maduro,consistente só após os 40 aninhos.(rsrsrs). Há umpremio e umabricadiera p/ vc.Abrçs.Roy Lacerda.

Norma Villares disse...

Carmém, só o amor maduro será contínuo e eterno.
Beijos floridos

Norma Villares disse...

Eiba!!!!!!!!!! Angela com sua criatividade riquíssima de poesia, trazendo Drummond para alegrar o coração.
Um grande abraço

Norma Villares disse...

Olá Roy, vou passar lá pra pegar o prêmio e brincar de viver.
Um grande abraço

Recanto da Astrologia disse...

Lindo mensagem amiga. BJs no Core!

Ricardo Calmon disse...

Meu Bo Arture da Távola ,migo que já se foi,em plano outro habita!

Amei Norma Amada Miga Nossa!

Ps:Um terrível braisnstorm ocorreu na internet,e selin seu,huhu@!em meu blog paraou! confirmr por favor!

Um dia de Paz e Mel!
Viva Vida!

Norma Villares disse...

Vânia muito obrigada amiga pelo comentário. Um grande abraço

Norma Villares disse...

Ricardo muito obrigada pelo selo, vou buscar.
Um grande abraço

Marcia disse...

Olá Norma,
Primeiro obrigada pela sua visita e seu amável comentário; Segundo, concordo com você quando diz que o amor maduro é contínuo e eterno, nao é como um furacao que vem cheio de forca mas passa depois de algumas tempestades... Ele é tranquilo e calmo como o mar ao por do sol, reflete o brilho, mas nao se agita com o vento, espera tranquilo que a noite chegue para refletir o brilho da lua.
Muito legal o texto,
Grande abraco e um final de semana iluminado!
abracos,
Márcia
Desculpem estes teclados daqui nao tem c cedilha, til e alguns acentos da nossa gramática.

Jorge disse...

Norma,

Amor maduro é sentir na mesma sintonia, na sua harmonia.

Beijo,, sempre!!!
Jorge

IVANCEZAR disse...

Se a maturidade vem com o tempo
E o amor MADURO
é amor e tempo
Só pode ser
intenso !

Cris disse...

Ola

Passando para conhecer o seu blog e agradecer a sua visita.

Um grande abraço

Jorge disse...

Norma!!!

Mais dois selos, com carinho, prá você!!!
Venha pegar, tá bom?

Beijo,

Jorge

Cris Tarcia disse...

Ola, Norma!

Lindo texto, eu estou tendo essa experiencia de um relacionamento maduro, no companheirismo, nas palavras e atos

Um abraço

Jeanne disse...

Este autor tem textos incríveis, repletos de sabedoria, a gente aprende bastante.
Bom domingo, beijos

tereza ferraz disse...

Norma querida!
Que texto Bonito e sábio!
...Este não conhecia.
um belo domingo.
bjs no coração

Wanderley Elian Lima disse...

Oi Norma, o amor maduro dura, porque sabe o que quer.
Beijos

Patricia disse...

Adorei o texto de Artur da Távola e o seu blog também.
Beijos

Norma Villares disse...

Oiê Patricia, você por aqui. Obrigada querida. Beijinhos

Norma Villares disse...

Olá Wanderley muito obrigada pela visita.
Um grande abraço

Norma Villares disse...

Tereza que bom que veio me visitar, fiquei feliz, viu.
Beijinhos no seu doce coração

Norma Villares disse...

* Jeane gostei de ver você aqui.
* Jorge vou buscar os selinhos.
* Cris Tarcia que prazer vê-la aqui em meu espaço. *IVANCESARm foi bom ter voltadoa.
Agradeço as todos, como um grande abraço rico em LUZ DIVINA.

Marcos Takata disse...

Namasté maninha
Também concordo com você quando diz que o amor maduro é contínuo e eterno, ele é o melhor amor saudável.
Bijus

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...