Pages

Subscribe

15/11/2009

ACALANTO


Seu canto canta baixinho

Soa sereno nos ouvidos meus

Insones pedaços em qualquer tom

Em compassos bem aprumados

Acalanta minh'alma sentida

Vívida com tanto amor...

E nos ricos tons e entretons

O bailado faz alegrias

Canta toadas que ecoam n'alma

Puro acalanto de noites douradas

Embaladas canções de ninar

Sorvidas em ricos sonhos pueris

Sentidos e vertidos

Exala fatal cheiro de amor

Que a venerada fonte doa... doa...

Tão linda noite de acalanto!

Que a brisa suave parteja em frescor

E nesse instante vibra suave cantiga

Doce encanto que a alma brotou

A alma feliz, vibrante de amor

Que na mala trás saudades recheadas

Da sossegada e sedenta vontade de amar

Acalanto que nasceu pra encantar

E depois e... Só depois...

Esse amor possa cuidar de nós

Venerar esse amor, venerando...

Simplesmente Venerando...


Norma Villares

25.02.2007







E agora é só curtir uma linda música na voz poderosa de Nana Caymmi e do genial Dorival Caymmi.

Pra vocês Acalanto!




18 comentários:

Maroca disse...

Que poema lindo, dá vontade de Venerar o amor venerando... E a música Acalanto, com Nana e Dorival Caymmi, geniais os dois.
Beijos

Norma Villares disse...

Mara que bom que apareceu, tava sumida. Obrigada pelas lindas palavras.
Beijokas

Viveka disse...

Norma,
Maravilhoso esse poema, quanta veneração ao amor puro.
Quanto amor!
Me emocionei muito tanto ao ler como ao ouvir Nana e Dorival Caymmi.
Beijinhos miga

Com carinho, sempre com gratidão,

Viveka disse...

Miga deixarei um poema pra vc analisar.
Bjs

Marcelo disse...

Norma, que beleza!
Gostei imensamente desse acalanto, do poema e da música.
Bjs

Norma Villares disse...

Namasté Viveka, muito obrigada.
Claro que vou analisar, risos.
Beijinhos

Norma Villares disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Norma Villares disse...

Marcelão obrigada amigo, pela gentileza de comentar.
Abraços

Yolanda disse...

Que coisa linda Norma.

E depois e... Só depois...
Esse amor possa cuidar de nós
Venerar esse amor, venerando...

Simplesmente lindo!
Bjs

Verônica disse...

Muito lindo mesmo.
Fiquei encantada com essa frase:
E depois e... Só depois...
Esse amor possa cuidar de nós
Venerar esse amor, venerando...
Porque é preciso amadurecer para amar.
Beijinhos

Norma Villares disse...

Olá Veca, muito obrigada pelas palavras de apoio.
Beijinhos

Norma Villares disse...

Yolanda que bom que veio visitar-me.
Obrigada pelas palavras lindas.
Beijinhos

Marcos Takata disse...

Maninha,
Concordo com os comentários acima, vc consegue fazer com vejamos as situações, isso é um boa poesia.
Namasté
Bijussss

Norma Villares disse...

Namasté Marcos, que lindas palavras.
Muito obrigada de verdade.
Abraços iluminados

Maria Amélia disse...

Que linda poesia!
Gostei imensamente.
Beijinhos

Norma Villares disse...

Maria Amélia, que bom que gostou.
Obrigada pelas palavras de incentivo.
Beijinhos

Hugo Cheng disse...

Namasté
Também concordo com os comentários de todos. Faço das palavras deles as minhas, hihihih. Preguicite.

Norma Villares disse...

Hugo, tá com priguicitiiiiii, a doença do itiiiii.
Namasté

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...