Pages

Subscribe

01/06/2011

Fechem os olhos para o BEIJAÇO e MAMAÇO


A era de aquário chegou, e será que estamos vivendo novos tempos? Acredito que seja uma transição tumultuada por alguns seres humanos equivocados com a vida e que insistem residir nesse planeta. Repetem padrões do passado com cheiro do Tribunal do Santo Ofício, continuam os mesmos beligerantes, com baixos níveis de consciência e cérebros cheios de titica galinha.

Agora foi a vez da turma do CQC que pisou feio na bola, nessa terça-feira. O Rafinha Bastos iniciou o programa lendo uma carta de uma leitora que lhe pede pra falar sobre o 'MAMAÇO', a manifestação promovida em frente ao Itaú Cultural depois que uma mãe foi impedida de amamentar seu bebê em público Ele se refere ao 'MAMAÇO' com a maior cara de nojo, desdenha do ato de amamentar em público, e ensina às mães amamentarem seus filhos no banheiro. O outro conta que fez cara de nojo, ao ver cenas de um parto. Fala sério!!!!!!!!!!!!

Ora bolas, seus entojados, o bebê não espera o momento propício para alimentar. Eu tive dois filhos e na hora que estavam com fome não tinha 'essa' de esperar 10 minutos, 15 minutos. O bebê grita, berrra, esperneia... E o que tem de feio tirar o seio, e dar de mamar para seus filhos? Faz parte da natureza 'mãe e filho' e disso vocês não entendem, com certeza. Bem como, faz parte da fase em que se encontram, na oralidade, os bebês precisam do peito. O choro é a única linguagem que eles conhecem para pedir alimento, e mãe tem que socorrê-lo imediatamente e consequentemente dar o peito. Os incomodados fecham os olhos, risos.

Bem gente, partindo para outro enfoque, todos os seres humanos passam por várias fases no desenvolvimento psicossexual, e na fase oral, o prazer sexual, predominantemente está relacionado à excitação da cavidade oral e dos lábios, consequente está associado à alimentação. Todo bebê necessita da amamentação, tanto para alimentar-se fisicamente como psicologicamente. Todavia, trata-se de uma fase que deve passar. E comumente passa...

Apesar dos pesares, nem todos seres humanos ultrapassam essa fase, dá para perceber pelo diálogo da turma do CQC que eles tiveram graves problemas na fase da oralidade, pela cara de nojo, constragimento, incômodo e pela zombaria que fizeram, essa questão está mal resolvida no psiquismo deles. Eu acredito que eles foram amamentados no banheiro junto aos excrementos, e beberam muita água de vaso sanitário por isso sentem nojo porque lembram do fedor do alimento... (me desculpem as senhoras genitoras desses equivocados, minha máxima vênia). Aliás, nessa fase da oralidade, os bebês levam tudo à boca, e alguns bebês comem a caca. Será que a turma do CQC comeram muita m... nessa fase??? Turminha do CQC eu tenho certeza que vocês comeram muita m... Rafinha seu novo sobrenome é Excrementius ou quem sabe Bolsanaro (irmão gemelar).

Na moral! Vê-se que, ninguém desse grupo realizou o ritual de passagem para outra fase psicosocial. Vamos lá! Turminha do CQC está na hora de frequentar um psicólogo para solucionar suas problemáticas ainda sem solução. Um dia terá solução noutro planeta, viu. Gente, assistam o vídeo pra conhecer esses inconscientes, e não dêem mais ibope pra eles. Fala sério, ninguém merece! Vamos mostrar a força do coletivo.

CARTÃO VERMELHO PRA VOCÊS DO CQC. Façam a campanha: 'NÃO ASSISTAM O CQC!


9
(CQC 3.0 trio debate sobre amamentacao 31. 05. 2011)


No mês passado outro incidente atroz ocorreu num Pub inglês, um casal gay foi colocado para fora porque estavam se beijando em público. Mas, o movimento Gay londrino levou a forra, promoveu o maior 'BEIJAÇO' em frente ao mesmo Pub.

Outro dia, eu estava na praia do Porto da Barra e casal gay estavam desconcertados, pois um queria passar a mão no ombro do outro, e o outro parceiro estava constrangido. Eu dei um riso de incentivo e a coragem apareceu como encanto, e os dois se abraçaram. O parceiro corajoso agradeceu e disse-me: obrigada mona. Eu dei muita risada, porque eu sou heterosexual, não sou mona (lésbica), risos. Eu sou simples ser humano aprendiz do amor na alteridade, estou caminhando pelas estradas à fora realizando os atos ditados pelo meu coração. E naquele exato momento era a 'fala' do meu coração que dizia 'sim' ao amor. Pouco importava se era um amor entre homossexuais. Era o amor, nas mais singelas atitudes de carinhos, cuidados, afagos e gentilezas.

Amigos estamos vivendo no século XXI, e o preconceito e a intolerância singram mares. Eu acredito que essa luta coletiva é uma expressão das mudanças aquarianas, ricas de ideais, profusa em sentimentos de nobreza d'alma. Ainda bem, que estamos em estados conscienciais despertos levantando essas bandeiras com fortes laços de união, contra esse tipo de atitudes trogloditianas desses intolerobeligerantes. Somos do gênero humano, somos uma única humanidade nesse planeta Gaia. E estamos vivenciando as duras turbulências da transição planetária.

Estávamos perdendo o rumo do amor na alteridade, mas estamos segurando bem o leme desse barco, e creio que o mundo no futuro tem grandes possibilidades para propiciar o amor maior, mais humano.

A Nova era está chegando, eu peço aos intolerantes para fechar os olhos para o "BEIJAÇO" e "MAMAÇO". Fechem bem os olhos, e só abram no planeta Vermelho, planeta Chupão, Nibirus, planeta X ou Hercólubus etc. A verdade verdadeira é que eu peço ao Bom Deus que os envolva na generosidade do amor maior, e que vocês façam uma terapia, viu. Façam uma terapia, senão é nesse planeta terra que vão ficar vendo o sol quadrado.

Fica aqui postada a minha indignação.
Amigos não assistam o CQC!
Boicote geral!




20 comentários:

Marli Borges disse...

Norma,
Nunca assisti esse tal de "CQC", mas pelo que tenho lido nos jornais, em notinhas esparsas, reportagens e tals, e agora pelo que está dito aqui em sua postagem, (ótima, por sinal), concluo que o "CQC" é um programa grotesco, teratológico e indecente. Ops, mas está no ar!! Ahã. E sabe porquê? Porque tem público. Lamentável, amiga, todo mundo se merece, uma nau de insensatos, descerebrados e sem esperança. É hora daqueles que ainda tem cérebro, tratar de boicotar o tal programa, com todas as suas forças. Enquanto ainda é tempo.
Bjsssss.

Anônimo disse...

Norma,

Assisti ao CQC uma única vez mas não gostei. Independente disso vai aqui meu repudio para a postura desses indivíduos que demonstraram sensibilidade zero. Parabéns pelo comentário.

Beijos

Karine

Seminha disse...

Desculpa discordar de vcs, eu assisti ao vídeo do programa, e é ÓBVIO que por se tratar de um programa de humor, que usa o jornalismo como ferramenta, mas é um programa de humor, não se pode levar a sério.... Desculpa gente, eles queriam inclusive dar visibilidade ao evento, são bem claros ao dizer que se deve amamentar, que são totalmente a favor. Só que eles tiraram um sarro do nome, que realmente é forte e também tiraram um sarro de quem amamenta na frente de todo mundo, sem vergonha nenhuma, o que particularmente é desagradável e choca mesmo, ainda mais aos homens. Estou grávida de sete meses e sou totalmente favorárel a amamentação, vou amamentar com toda a certeza, mas na boa, esse politicamente correto é chato demais. Se estamos buscando viver com leveza e espiritualidade, devemos não levar tudo tão a sério e principalmente, avaliar antes de sair criticando. O CQC é um ótimo programa, cumpre um papel bem legal, inclusive de denúncia de irregularidades na gestão pública, na postura e má educação do povo em geral, tudo isto com descontração e bom humor. Desculpa, mas esta é uma visão chata e fanática.
Abraços!

Norma Villares disse...

Grata Selminha pela visita, e você em todo direito de discordar. Eu concordo no seu direito de discordar, mas eu tenho direito de falar o que eu penso sobre o assunto. Aqui é meu espaço para falar o que eu penso sobre o assunto.
Eles estão na TV e veiculando informação a muitas pessoas. Dizer que as mães tem que amamentar no banheiro, ou "usar um lencinho" pra amamentar, porque tem homem que fica constrangido. Fala sério! Eles são entojados, chatos, e tem sérios problemas psicológicos.
Esse é um ato da natureza, todos mamíferos dão de mamar aos seus filhos na hora que eles precisamam mamar. Eu nunca vi nenhum mulher dizer que fica constrangida. Somente homem mal resolvido, como no caso da turma do CQC.
É muito engraçado que desfile de Escolas de Samba, outdoors da Playboy com as mulheres nuas não constrangem ninguém. Quanta hipocrisia!
Esses machistas que descubram uma forma de lidar com o próprio incômodo, não dá pra reprimir mulheres amamentando, bebês com fome, homosssexuais se beijando.
O mundo não está rodeando o umbigo deles não! Visão chata, doentia e anti-natureza é a deles.

O peito não foi feito para o prazer sexual não, talvez essa exposição no ato de mamar, expõe também outros desejos reprimidos e encarcerados no psiquismo deles. E se o incômodo é deles que levem pra casa.

"Bateu e doeu pode levar pra casa que é seu."

Eles que se resolvam, busquem uma terapia
Me desculpe, mas essa é a minha opinião. E ainda não há repressão da liberdade de opinar.
Abraços

Maroca disse...

Eu me arrependo de dizer que um dia eu já assisti ao CQC. No início eles tinham um viés mais político e também mostrando essa atitude reacionária. Hoje em dia tudo que fazem é só para irritar a todos, o lema deles é TROLLAR. Vamos ver quem demora mais trollando, enchendo o saco de verdade.
Eu assisti esse programa achei os imbecis reacionários, machistas.
E o mundo é alvo, atiram para todos os lados. E se alguém se irritar, começam a ridsicularizar, eles mudaram a formar de fazer o programa. Estão apenas TROLLANDO. Eu não suporto o TROLL.

Qual é Seminha! Você está grávida, então vá o banheiro quando tiver que dar de mamar ao seu bebê, quem sabe seu filho não ficar uma reaça como esses do CQC.

Esses machistas fazem questão de fazer chacota de quem não gosta das brincadeiras deles, típico de TROLL.

Norminha concordo com tudo que disse, assino embaixo.

NÃO ASSISTAM O CQC!
Beijinhos

Marcos Takata disse...

Norminha gostei muito de sua indignação, é uma lúcida crítica.
Nunca assisti CQC, mas depois de assistir o vídeo, realmente são reacionários machistas.
Eu li nos jornais, sobre os absurdos esse tal de Rafael Bastos falou sobre os estupro. E agora depois que vi ese vídeo realmente temos que fazer uma campanha de INDIGNAÇÃO contra o
CQC e esse RAFINHA BASTOS.

Tem razão, eles são misógenos e realmente devem se tratar com psicólogos.

Fica uma pergunta:
Porque eles não comem num banheiro público?

Seminha, leva seu filho pro banheiro na hora de mamar, ok!

Bijusssssssss

Norma Villares disse...

Mara querida, sabe que você deu uma boa sacada. Realmente eles estão se portando como TROLL. É verdade amiga, e o pior de tudo que são TROLL na TV. Pode!?
Ninguém merece!
Grata pela visita. Beijinhos

Norma Villares disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Norma Villares disse...

Marcos, bem lembrado desse fato do 'estupro', que foi noticiado na mídia. Ese Rafinha é um descerebrado como diz Marli.

Eu li uma crítica a esse programa que dizia assim:

"Considerando que amamentação é um "atentado ao pudor", restaurantes, por exemplo, são p...?
Bocas e mãos também são utilizadas em atos sexuais, a população deveria usar máscaras e luvas em público? Deveríamos todos e todas andar de burka?"

Eu gostei!

Grata pela vista, Bijus

Seminha disse...

Pessoal, eu não pretendo amamentar no banheiro, bem pelo contrário. Mas também não pretendo sair exibindo meu peito por ai apenas para fazer as pessoas aceitarem a minha causa. Quem gosta de amamentar, quem faz isto por prazer, por amor, não precisa esfregar na cara dos outros, ou será q a questão é outra? E com toda a certeza eu vou dar muitas risadas com meu filho, que não será fanático nem irá se irritar e melindrar com qualquer coisa, procurando cabelo em ovo. A espiritualidade está inclusive nestas questões do dia a dia. Minha vida é leve e ADORO dar risadas com o CQC, aliás, adoro dar risadas. Um abraço a todos vocês e obrigada por respeitarem minha opinião, afinal, também estamos num democrático, não estamos?

Norma Villares disse...

Relaxe Seminha, não se irrite não. Bobagens!!!!!!!!!! Eu também super brincalhona. No final do texto, quando disdse para eles abrirem os olhos no planeta vermelho, era brincadeira.

Você tem todo direito de discordar. Mas as outras pessoas também tem o direito de discordar de você.

Discutimos ideias e opiniões e não pessoas.

E esse Rafael tem pisado na bola muito feio, que ele aguente as críticas. Essa do estupro e agora essa do mamação, foi demais.

Grata por visita esse espaço
Relaxeeeeeeeeeeeee. Será sempre bem vinda e respeitada por sua opinião. Mas reserve o direito dos outros discordarem de você.
Beijinhos

Seminha disse...

obrigada Norma! Saiba que sempre te visito e acho teu blog um encanto! Também estás convidada a visitar o meu, sempre que quiseres!
Eu concordo plenamente com o direito de os outros discordarem comigo, tanto que me manifestei para discordar contigo e sabia que entenderias. Mas com argumentos, não me mandando amamentar meu filho no banheiro de forma ofensiva. Aí fica chato né? Mas tudo bem, tem gente que não consegue argumentar numa boa, tem q partir pra ofensa logo. Só que aí se perde a razão.
Volto a dizer que aprecio um monte teu blog, e também tuas idéias.
Um beijo grande e um lindo final de semana pra ti!

Norma Villares disse...

Claro Seminha, não se importe não. Relaxe. É gostoso discutir ideias, mostra sua inteligência. Eu acho discutir, todos ganham. Um opina outro contradiz, outro faz síntese, risos. Crescemos juntos.
Relaxe, você sempre será bem vinda.
Beijinhos

Marli Borges disse...

Querida Norma, passei por aqui e li os comentários. Muito legais. Gosto de espaços assim, democráticos. Sabes, brincando a gente diz as verdades e, de quebra, ainda pode reforçar os preconceitos. Por isso temos que estar atentos pra esses tipos de brincadeiras pesadas que esses programinhas de terceira costumam veicular. Temos que protestar sim, manifestar nosso repúdio a essas grosserias travestidas de humor. Mas como apontei no meu comentário anterior, e agora reforço: eles estão "no ar" e certamente continuarão com esse arremedo de humor, porque têm público. Eles tem pares, menina! Lembra "A Mão e a Luva" de Machado de Assis? Pois é...rsrsrs.
Bjssssssss

paulo disse...

esse e o tipo de cara que nao foi gerado. foi simplesmente como dizemos aqui no sul. cagado no mundo.

a sorte de um cara desses e que nunca me enrevistam. eu queria so 5minutos com um cara desses. eu ja assiti cqc uma vez. e hoje jaachouma porcaria

Maroca disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Lívia,
Eu também assisti duas vezes, mas achei um humor desqualificado. Agora, essa do mamaço, tem dó! Põe inérgumeno nisso.
Gostei de sua crítica, tem que brabar mesmo.
Beijinhos
Lívia

Maroca disse...

Também voltei, e não tiro uma única palavra do que eu disse. Eles são inérgumenos mesmo, como disse Lívia. Foram grosseiros e preconceituosos. E o pior tem a TV na mão.

Norma Villares disse...

Paulim Gregorekiiiiiiiiiiiii, ocêeee por aqui, home de Deus. O pessoal do sul é brabo mesmo, risos. Menossssssssssssssssssssssssss, risos.
Gostei de ver aqui no blog. Grata. Beijinhos

Norma Villares disse...

Lívia, também de ver você por aqui. Acho que eles realmente pisaram feio na bola. O grande problema é que são seguidos por muitos jovens, e se tornam exemplos.
Estou agradecida pela discussão,é bom discorrer sobre um tema polêmico, pois gera consciência ativa, senso de liberdade e responsabilidade pelo que falam.
Abraços sublimes

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...