Pages

Subscribe

15/05/2011

E a chuva caiu e, a sombra atuou...


Tem dias que a gente se sente, como quem partiu ou morreu. A gente estancou de repente ou foi o mundo então que cresceu...

E a chuva cai lá fora como fio d'alma sem parar e, mundo cresceu em rios de lágrimas... Tudo é frio, e a sombra atua vibrando nas entranhas, como se estivesse nua. E a gente se vê crua e nua com a solidão que dói n'alma. Há dias que a gente se sente como quem partiu ou morreu. Quando estamos cansados e desencorajados porque os esforços que não frutificam. Por mais que se tenta, tudo volta a estaca zero. Eu acredito que somente Deus sabe o quanto tentamos. Somente Ele sabe quantas voltas e meias voltas já corremos e, o pior fazendo das tripas o coração.

E as lágrimas e a chuva derramam-se em cântaros... talvez vertidas num vaso divino para despertar o sagrado. Então eu me lembro de sensível poeta Gibran: deve existir algo estranhamente sagrado no sal: está em nossas lágrimas e no mar.

E Gibran tem razão, há algo de sagrado no sal das lágrimas, pois somente Deus sabe quanto chorei por longo tempo com o coração cheio de dores e angústia. Deparamos com o sacrum-ofício, o trabalho sagrado feito pelas lágrimas sentidas. Eu sei que ninguém contou nossas lágrimas... ninguém... Somente Deus. E assim corre pianinho a chuva que cai. Deus está aqui no mar e nas lágrimas de pura água e sal... E o mundo cresceu demais.



Com esse friozinho, vou ficar aqui ouvindo 'Engenheiros da Havaí:

Eu vejo o horizonte trêmulo
Tenho olhos úmidos
Eu posso estar completamente enganado
Posso estar correndo pro lado errado
Mas a dúvida é o preço da pureza
É inútil ter certeza
Eu vejo as placas dizendo "não corra"
Não morra, não fume
Eu vejo as placas cortando o horizonte
Elas parecem facas de dois gumes
Minha vida é tão confusa quanto a América Central
Por isso não me acuse de ser irracional
Escute, garota, façamos um trato
Você desliga o telefone e eu fico muito abstrato.


4 comentários:

Maroca disse...

Muita chuva por aqui também, e o sol nem apareceu, todo mundo entocado em casa. è assim mesmo. Bjinhos

manuel marques disse...

... Desde que esta tarde com o seu ruído a chuva chegou à minha janela, Abstraí-me do mundo e só penso nela.

Beijão.

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Norma
As vezes somos tomados por uma grande angústia, aí vêm as lágrimas e como um milagre, lava nossa alma. A muito tempo não ouvia essa música. Adorei.
Bjux

IVANCEZAR disse...

Beleza de post , Norma !
A água - um dos elementos essenciais - assume caráter ainda mais sublime em forma de lágrima.
Bjs sulinos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...