Pages

Subscribe

02/09/2009

DECLARAÇÃO DOS DIREITOS DO AMOR


- Um homem e uma mulher podem viver juntos numa relação construtiva e amorosa, apesar de serem diferentes.
-Duas pessoas parecidas podem amar-se e viver juntas.
-Uma mulher e um homem podem ter sucesso profissional, festejar juntos e continuar românticos.
-Um homem e uma mulher podem somar amor e sexo.
-A mulher, antes de tudo, é uma mulher.
-O homem, antes de tudo, é um homem.
-A individualidade pode ser preservada ao mesmo tempo que a relação é construída.
-Um homem e uma mulher podem confiar um no outro.
-Entregar-se não é submeter-se ao outro, mas se render ao amor que o outro sente por nós.
-Uma relação pode acabar e, ainda assim, continuar havendo compreensão, proteção e respeito mútuo.
-Um ser humano só é livre quando ama.
-Amar alguém é chamá-lo para a vida e exercer o próprio ato de estar vivo.
-O ser humano não pode ser uma fome sem alimento, uma sede sem água, uma pergunta sem resposta, uma vida sem amor.
- Um homem e uma mulher podem encontrar, juntos, suas próprias soluções.
-O medo de amar é fruto da imaginação.
-Todos os seres humanos têm direito a cometer enganos.
-Amar pode dar certo.

Fonte: Shinyashiki Roberto T. Bittencourt Eliana. Amar pode dar Certo. 4ª edição, Editora Gente.São Paulo.

12 comentários:

"Fine Biscuit" disse...

Maravilhosa reflexão. A maior dificuldade do ser humano, na minha opinião, é conseguir equilibrar o amor próprio pelo amor ao "parceiro" (que pode ser entendido, também, como amor ao próximo). As vezes a gente se doa demais, criamos expectativas e acabamos reféns das nossas próprias fantasias... As vezes nos fechamos muito como um mecanismo de defesa e, orgulhosos, julgamos o outro e estragamos tudo da mesma forma!
Essa é a difícil arte de amar! Bjsss

Norma Villares disse...

Muito falta a alma para crescer e amadurecer para amor. Obrigada. Melhores abraços

angela disse...

Bonito Norma, sempre é bom lembrar esse mandamentos.
beijo

JR disse...

Estou vivendo atualmente uma reunião, que já foi ontem uma união diferente do que eu esperei.
Mas aprendi que nada sabia antes ,até entender que hoje continuo sem saber o que devo entender.
Aceitar ,mesmo que sem concordar ,com as mudanças que a vida me ofertou.
Mas valeu enquanto durou e agora o que mais me sobrou ,foi a certeza que não se perde o que nunca se teve ,pois todos SOMOS ESPIRITOS IMORTAIS e os desencontros, são apenas reencontros que ainda não se encerraram.
Que a chama da tua luz ,venha se somar com a minha ,para tentarmos iluminar cada vez mais, outros amigos que devem estar ainda perdidos no escuro desta centelha divina.
Abraços

Norma Villares disse...

Somos ESpíritos imortais, mas parece que ainda não introjetamos em nossa cabeça tal premissa. Mas é início de caminho para trajetórias mais construtivas. Muito obrigada pelo comentário. Melhores abraços

Norma Villares disse...

Obrigada Angela (alma perfumada) você sempre muito gentil. Sublimes abraços

Antonio Caldas Coni Neto disse...

Belo texto. Gostei bastante do seu blog. Dá uma passadinha lá no meu.
Um grande abraço,

Chris disse...

Texto contemplativo e interventivo, numas das facetas do amor...
bjs
Chris

Norma Villares disse...

Precisamos ler, contemplar, entender e realizar. Eis a Questão! Obrigada Cris, abraços

Lívia Luz disse...

É sempre bom lembrar sobre o AMOR. Difícil mas tem chances de realizar este amor puro e flexível. Abraços

Marcos Takata disse...

É sempre bom lembra do amor. Muito bonito. Eu gosto muito deste livro. Namaste

Norma Villares disse...

É muito bom textos para lembrar do amor, revigora a alma nesta direção. Obrigada

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...