Pages

Subscribe

03/09/2012

AMOR TRANSCENDENTE




Forrei meu coração com esteira de junco branco
 e,  a alvura enamorou-se de seu copo de leite.
Refleti na nascente de água limpida,
 bebi o nascimento do amor mais puro
Serei atenta aos sinais sem perder a escuta,
a  respiração, o invisível e inaudível.
Silêncio... Estou absorvida no cântico do amor.
Silêncio... Estou voando com meus pés alado...
Voei....Vôo... E voarei sempre...
Na eterna direção do amor.

Norma Villares
03/09/12



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...