Pages

Subscribe

27/02/2012

Coração de mel...



Lua que minha alma prateia

Na faísca que ascende ao céu

Lúdica vida que mancheia

A beleza descortinada sem véus

Olhos de luar de prata clareiam

Sua imagem cinzelada ao léu

Sempre guardada na aldeia

De meu coração de mel...


Norma Villares

23.01.2012


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...