Pages

Subscribe

29/05/2010

UMA LÁGRIMA


A límpida gota de orvalho brota no rosto e chora sentida...

Descobrir tarde demais, que tudo era fantasia e miragem.

E era única coisa que você podia dar-me...

E a lágrima sorrio sozinha à procura de um ritual sensível.

Pousou em meus olhos e derreteu a agonia

e, na passagem coletiva se tornou invisível.


Norma Villares

215.03.2010

25/05/2010

EU SOU O BEIJO DA VIDA



Eu sou o beijo da vida

Q
ue a essência engedrou


E
u sou a fonte perene


Q
ue o amor gerou


Eu sou



Norma Villares
30.03.2010

22/05/2010

RUMO ÀS ESTRELAS...



Peguei o vagão no trem quimérico...

Untei com pó de pirlimpimpim.

Tomei um gole de alegria.

Vesti a roupa da utopia.

E com vida e loucura,

viajei rumo às estrelas.


Pés chatos disseram que era impossível.

Fada Madrinha cobriu de luz o meu sonho


Voei além do mar e das estrelas...

E os rasgos prateados da lua iluminavam o caminho.

Astros se revezavam com empenho.

E o esforço lúdico virou paixão...
Estimável paciência transmutou em amor...


Sei que demorou um pouco...

Mas, no portal entro triunfante...

Eu sou o milagre da vida.

Valeu a pena a lúdica aventura.

Com esforço, cheguei no portal da fantasia.

Em êxtase e alegria, a luz brilhava...

Eu sou o que Sou.


Norma Villares

24.03.2010

"As coisas que são impossíveis ao homem, são possíveis a Deus" (Lucas.18:27.)

Essa fantasia é uma verdade verdadeira.

Se não acreditas, sempre existe alguém que pode acreditar...

Pense no impossível, você pode realizar!

Eu sou! E você é o milagre da vida.

Pó de pirlimpimpim para você...


19/05/2010

O AMOR POR TRÁS DA FLOR!


Cada coisa vivente contém a fagulha Divina, e percebemos que está recheado pelo amor verdadeiro que é a força propulsora por trás da flor.

Antes porém, há momentos em que o amor é cheio de equívocos e crenças limitantes, e tudo leva a revisões de paradigmas. Nesta hora devemos parar, retificar para aprender... Creio que ainda temos muito que aprender sobre o amor.

Há momentos em que o amor é muito elevado e, tudo leva a calar o espírito... E precisamos estar silentes, porque todos os eventos são verdadeiros, mas é precioso crescer no silencioso espaço Divino. O bem é silencioso, o mal é falastrão.

Há momentos que o amor encontra manifestações elevadas e, tudo leva a andar. Esta é a hora de colocar o amor em movimento, pois este detém o poder maior de realizar...

E todo este conhecimento com certeza nos surpreenderá.

Pois o amor não é para quem quer tê-lo, mas para quem fez esforço para merecê-lo.

Brote em seu coração a sementinha do amor.

Escolha o amor. Luz para todos!


Norma Villares



17/05/2010

UM OLHAR PRA DENTRO DE SI


"Olhe para dentro e a vida, ao que parece, está longe de ser "assim".

Examine por um momento uma mente comum, num dia comum. A mente recebe milhares e milhares de impressões — triviais, fantásticas, evanescentes ou gravadas com a agudez do aço. Vêm de todos os lados, — uma chuva incessante de inúmeros átomos; e ao caírem, ao se transformarem na vida de segunda ou terça-feira, o acento recai de modo diferente do de antigamente; o momento de importância veio, não aqui, mas ali; de modo que se o escritor fosse um homem livre e não um escravo, se pudesse escrever o que bem lhe apraz e não o que lhe é imposto, se pudesse basear seus trabalhos nos seus próprios sentimentos e não nas convenções, não haveria enredo, nem comédia, nem tragédia, nem interesse de amor ou catástrofe, segundo o estilo convencional, e talvez nem um único botão fosse pregado em Bond Street conforme o desejo do alfaiate. A vida não é uma série de lâmpadas de trole simetricamente dispostas; a vida é um halo luminoso, invólucro semitransparente que nos circunda desde o começo da percepção até o fim. E não será esta a tarefa do romancista, a de transmitir, com tão pouca mescla do estranho e externo quanto possível, esse espírito mutável, desconhecido e ilimitado, quaisquer que sejam as aberrações ou complexidades que ele, romancista, possa descrever?” (Virginia Woolf).


Pois é gente amiga, que tipo de impressão estamos coletando diriamente? Creio que a mente é uma captadora de excelência, mas a vontade é o grande comandante. E o "novo" pede um olhar para dentro de si.
Fica aqui uma sugestão.
Pense Nisto!

14/05/2010

IRENA SENDLER MORREU...

Sabes quem era? Pois não duvido que porás esta mensagem a correr pelo teu "mundo". Trata-se de uma justa Homenagem !


O prémio não o leva sempre quem mais o merece!



Irena Sendler



Uma senhora de 98 anos chamada Irena acabou de falecer. Durante a 2ª Guerra Mundial, Irena conseguiu uma autorização para trabalhar no Gueto de Varsóvia, como especialista de canalizações.

Mas os seus planos iam mais além... Sabia quais eram os planos dos nazis relativamente aos judeus (sendo alemã!)

Irena trazia meninos escondidos no fundo da sua caixa de ferramentas e levava um saco de sarapilheira, na parte de trás da sua camioneta (para crianças de maior tamanho). Também levava, na parte de trás da camioneta, um cão a quem ensinara a ladrar aos soldados nazis quando entrava e saia do Gueto.
Claro que os soldados não queriam nada com o cão e o ladrar deste encobriria qualquer ruído que os meninos pudessem fazer.
Enquanto conseguiu manter este trabalho, conseguiu retirar e salvar cerca de 2500 crianças.
Por fim os nazis apanharam-na e partiram-lhe ambas as pernas e os braços e prenderam-na brutalmente.

Irena mantinha um registo com o nome de todas as crianças que conseguiu retirar do Gueto, que guardava num frasco de vidro enterrado debaixo de uma árvore no seu jardim.
Depois de terminada a guerra tentou localizar os pais que tivessem sobrevivido e reunir a família. A maioria tinha sido levada para as câmaras de gás. Para aqueles que tinham perdido os pais ajudou a encontrar casas de acolhimento ou pais adoptivos.
No ano passado foi proposta para receber o Prémio Nobel da Paz... mas não foi seleccionada. quem o recebeu foi Al Gore por uns dispositivos sobre o Aquecimento Global

Não permitamos que, alguma vez, esta Senhora seja esquecida!!

In MEMORIAM - 63 YEARS LATER
In Memoriam - 63 anos depois


Por favor, leia atentamente o cartoon mostrado abaixo pela mensagem que passa, é impactante. Depois lê os comentários finais.


ESTÁ TRADUZIDO MAIS ABAIXO!
Estou transportando o meu grão de areia, reenviando esta mensagem. Espero que faças o mesmo. In Memoriam





Tradução do cartoon:

Menina:Tenho que lhe dizer uma coisa, senhor... Tem no seu braço uma tatuagem sem graça nenhuma. É só um montão de números.
Senhor: Bem, teria a tua idade quando ma fizeram. Mantenho-a como uma recordação.
Menina: Oh! ... Uma recordação de dias mais felizes?
Senhor: Não, de um tempo em que o mundo ficou louco.
"Imagina-te a ti mesma num país em que os teus compatriotas seguem a voz de um político extremista que não gostava da tua religião.
Imagína que te tiravam tudo, que enviavam toda a tua família para um campo de concentração, para trabalhar como escravos e ser assassinados sistematicamente. Nesse sítio tiravam-te até o teu nome para ser substituído por um número tatuado no teu braço.
Chamou-se a isso O Holocausto, quando milhões de pessoas foram mortas só pelas sua crenças religiosas..."
Menina: Então tu usas essa tatuagem para recordares o perigo das políticas extremistas!
Senhor: Não, querida. É para que tu o recordes.


Passaram já mais de 60 anos desde que terminou a 2ª Guerra Mundial na Europa. Este e-mail está a ser reenviando como uma cadeia comemorativa, em memória dos 6 milhões de judeus, 20 milhões de russos, 10 milhões de cristãos e 1.900 sacerdotes católicos que foram assassinados, massacrados, violados, mortos à fome e humilhados, com os povos da Alemanha e Rússia olhando para o outro lado.
Agora, mais que nunca, com o Iraque, Irão e outros proclamando que O Holocausto é um mito, é imperativo assegurar que o Mundo nunca esqueça.
A intenção deste mensagem é chegar a 40 milhões de pessoas em todo o Mundo. Une-te a nós e sê mais um elo desta cadeia comemorativa e ajuda a distribuí-la por todo o mundo. Por favor, envia este e-mail às pessoas que conheces e pede-lhes que não interrompam esta cadeia.


O MUNDO PRECISA DE PAZ
Irena você é gente que faz a diferença!


10/05/2010

CARTA




Nunca estive tão sozinho nos caminhos da tristeza
nos campos de outra nobreza nos lagos
de tanto vinho nunca estive tão sofrido
nos trilhos da solidão nas carreiras
da paixão nas dentadas desse pão.
Nunca estive tão cansado nas calmarias
de um bar nas paradas de um olhar
nas tatuagens de um fado.
Nunca estive tão assim tanta rama
e tanta gana tão maduro e tão sem cama
tão seguro e tão sem fim.

(Ruy Guerra)


08/05/2010

HISTÓRIA DO DIA DAS MÃES

As mais antigas celebrações do Dia da Mãe remontam às comemorações primaveris da Grécia Antiga, em honra de Rhea, mulher de Cronos e Mãe dos Deuses. Em Roma, as festas comemorativas do Dia da Mãe eram dedicadas a Cybele, a Mãe dos Deuses romanos, e as cerimônias em sua homenagem começaram por volta de 250 anos antes do nascimento de Cristo.

Durante o século XVII, a Inglaterra celebrava no 4º Domingo de Quaresma (40 dias antes da Páscoa) um dia chamado “Domingo da Mãe”, que pretendia homenagear todas as mães inglesas. Neste período, a maior parte da classe baixa inglesa trabalhava longe de casa e vivia com os patrões. No Domingo da Mãe, os servos tinham um dia de folga e eram encorajados a regressar a casa e passar esse dia com a sua mãe.


À medida que o Cristianismo se espalhou pela Europa passou a homenagear-se a “Igreja Mãe” – a força espiritual que lhes dava vida e os protegia do mal. Ao longo dos tempos a festa da Igreja foi-se confundindo com a celebração do Domingo da Mãe. As pessoas começaram a homenagear tanto as suas mães como a Igreja.

Nos Estados Unidos, a comemoração de um dia dedicado às mães foi sugerida pela primeira vez em 1872 por Julia Ward Howe e algumas apoiantes, que se uniram contra a crueldade da guerra e lutavam, principalmente, por um dia dedicado à paz.


A maioria das fontes é unânime acerca da idéia da criação de um Dia da Mãe. A idéia partiu de Anna Jarvis, que em 1904, quando a sua mãe morreu, chamou a atenção na igreja de Grafton para um dia especialmente dedicado a todas as mães. Três anos depois, a 10 de Maio de 1907, foi celebrado o primeiro Dia da Mãe, na igreja de Grafton, reunindo praticamente família e amigos. Nessa ocasião, a sra. Jarvis enviou para a igreja 500 cravos brancos, que deviam ser usados por todos, e que simbolizavam as virtudes da maternidade. Ao longo dos anos enviou mais de 10.000 cravos para a igreja de Grafton – encarnados para as mães ainda vivas e brancos para as já desaparecidas – e que são hoje considerados mundialmente com símbolos de pureza, força e resistência das mães.

Segundo Anna Jarvis seria objetivo deste dia tomarmos novas medidas para um pensamento mais activo sobre as nossas mães. Através de palavras, presentes, atos de afeto e de todas as maneiras possíveis deveríamos proporcionar-lhe prazer e trazer felicidade ao seu coração todos os dias, mantendo sempre na lembrança o Dia da Mãe.

Face à aceitação geral, a sra. Jarvis e os seus apoiantes começaram a escrever a pessoas influentes, como ministros, homens de negócios e políticos com o intuito de estabelecer um Dia da Mãe a nível nacional, o que daria às mães o justo estatuto de suporte da família e da nação.

A campanha foi de tal forma bem sucedida que em 1911 era celebrado em praticamente todos os estados. Em 1914, o Presidente Woodrow Wilson declarou oficialmente e a nível nacional o 2º Domingo de Maio como o Dia da Mãe.

Hoje em dia, muitos de nós celebram o Dia da Mãe com pouco conhecimento de como tudo começou. No entanto, podemos identificar-nos com o respeito, o amor e a honra demonstrados por Anna Jarvis há 96 anos atrás.

Apesar de ter passado quase um século, o amor que foi oficialmente reconhecido em 1907 é o mesmo amor que é celebrado hoje e, à nossa maneira, podemos fazer deste um dia muito especial.

E é o que fazem praticamente todos os países, apesar de cada um escolher diferentes datas ao longo do ano para homenagear aquela que nos põe no mundo.

Em Portugal, até há alguns anos atrás, o dia da mãe era comemorado a 8 de Dezembro, mas atualmente o Dia da Mãe é no 1º Domingo de Maio, em homenagem a Maria, Mãe de Cristo

No Brasil a introdução desta data se deu no RIO GRANDE DO SUL, em 12 de maio de 1918, por iniciativa de EULA K. LONG, em SÃO PAULO, a primeira comemoração se deu em 1921.

A oficialização se deu por decreto no Governo Provisório de Getúlio Vargas, que em 5 de maio de 1932, assinou o decreto nº 21.366.

Em 1947, a data foi incluída no calendário oficial da Igreja Católica por determinação do Cardeal Arcebispo do Rio, Dom Jaime de Barros Câmara.
( Guia dos Curiosos -Marcelo Duarte - Portugal)


FELIZ DIA DAS MÃES!


Fonte: http://www.arteducacao.pro.br/homenagem/Mae/mae.htm#As%20M%C3%A3es

07/05/2010

ABRAÇANDO A IMPERFEIÇÃO

Quando eu ainda era um menino, ocasionalmente, minha mãe gostava de fazer um lanche, na hora do jantar. E eu me lembro especialmente de uma noite, quando ela fez um lanche desses, depois de um dia de trabalho muito duro.

Naquela noite longínqua, minha mãe pôs um prato de ovos, linguiça e torradas bastante queimadas, defronte ao meu pai. Eu me lembro de ter esperado um pouco, para ver se alguém notava o fato. Tudo o que meu pai fez, foi pegar a sua torrada, sorrir para minha mãe e me perguntar como tinha sido o meu dia, na escola.

Eu não me lembro do que respondi, mas me lembro de ter olhado para ele lambuzando a torrada com manteiga e geléia e engolindo cada bocado.

Quando eu deixei a mesa naquela noite, ouvi minha mãe se desculpando por haver queimado a torrada. E eu nunca esquecerei o que ele disse:

" Baby, fica tranquila, eu adoro torrada queimada."

Mais tarde, naquela noite, quando fui dar um beijo de boa noite em meu pai, eu lhe perguntei se ele tinha realmente gostado da torrada queimada. Ele me envolveu em seus braços e me disse:

"Meu filho, sua mãe teve hoje, um dia de trabalho muito pesado e estava realmente cansada. Além disso, uma torrada queimada não faz mal a ninguém. A vida é cheia de imperfeições e as pessoas tambem não são perfeitas. E eu também não sou um melhor empregado, ou cozinheiro!"

O que tenho aprendido através dos anos é que saber aceitar as falhas alheias, escolhendo relevar as diferenças entre uns e outros, é uma das chaves mais importantes para criar relacionamentos saudáveis e duradouros.

Mantenha a neutralidade e a conexão. Que possa aprender a levar o bem, o mal, as partes feias de sua vida colocando-as aos pés do Criador. Porque afinal, Ele é o único que poderá lhe dar um relacionamento no qual uma torrada queimada não seja um evento destruidor. "

De fato, poderíamos estender esta lição para qualquer tipo de relacionamento: entre marido e mulher, pais e filhos, e com amigos.
Não ponha a chave de sua felicidade no bolso de outra pessoa, mas no seu próprio. Veja pelos olhos de Deus e sinta pelo coração Dele; você apreciará o calor de cada alma, incluindo a sua.
As pessoas sempre se esquecerão do que você lhes fez, ou do que lhes disse mas nunca esquecerão o modo pelo qual você as acolheu e valorizou. (Autor desconhecido)

Recebi esse email e achei tão bonito, que resolvi postar aqui pra vocês, e o título é muito sugestivo, chega de mansinho e abraça a imperfeição e humaniza todos nós. E porque somos humanos, ainda estamos transitando nesse estado de imperfeição, mas se somos flexíveis caminhamos para a perfeição.
Bom dia!


03/05/2010

AMIZADE REAL x SIMULACROS DE AMIGOS



Falando de Amizade, Simulacros, Relacionamentos, Carma e Verdades, na Lata!

“Não existem inimigos fora de você mesmo. Sabe aquele amigo de ontem, que hoje lhe detesta ou depõe contra? Na verdade, nunca foi seu amigo verdadeiro. Era um simulacro de amigo.

Amigo real, dos bons, jamais vira a cara, mesmo com todas as adversidades conjuminando contra; mesmo com fofocas e tolices rolando no meio escuro da maledicência.

A vida é assim: as pessoas vão e vêm, e vice-versa; faz parte do jogo de viver.

Quem é verdadeiro, pontifica na amizade e no respeito; quem é amigo só de fachada, sempre tem algum interesse mesquinho no final; sempre apresentará a conta pela amizade.

Birras, muxoxos, pirraças, semblantes amarrados ou falação descabida pelas costas, tudo isso faz parte do coração do simulacro de amigo. Ou seja, é estado de consciência dele mesmo.

Portanto, passe por isso tranqüilamente. As consciências se encontram na eternidade da vida, isso é certo. O que não foi feito corretamente, com certeza será esclarecido; às vezes em outros planos de consciência, onde cada um poderá ver o que está no coração do outro, sem véus ou falação descabida. Deixe o tempo rolar suas águas por baixo das pontes vitais...

De sua parte, apenas seja generoso. Perdoe os atritos e palavras mal projetadas por outros.Você não sabe o que se passa no íntimo de ninguém. Aliás, muitas vezes você não sabe nem o que se passa com você mesmo, ou o por quê de certas sensações e coisas que sente e lhe impulsionam os atos. Deixe os outros com eles mesmos, cada um com a responsabilidade daquilo que fala, sente e faz. E você, consigo mesmo, ciente de tudo o que acontece em seus pensamentos, emoções e atitudes. E responsável, acima de tudo.

Se alguém falou mal de você, problema da pessoa (causa e efeito de cada um); mas se você se ofendeu com isso, aí o problema é seu (causa e efeito seus mesmo). E se você falou mal, isso é seu também. É simples assim; chama-se causa e efeito.”


“Sabe quem entende bem disso? O Dr. Carma! Ele é o especialista. Trabalhe a paz em você mesmo. A imaturidade dos outros é problema deles. Evite julgar a conduta alheia; se alguém quer se afastar, respeite. Se os motivos alheios forem pequenos, isso é deles mesmos. Preste mais atenção nos seus próprios motivos; se eles forem pequenos, resolva-os. E um dos motivos pequenos é justamente o aborrecer-se com o julgamento alheio. Quando o amigo é um simulacro, a atitude é pequena. Amizades, casamentos ou sociedades de simulacro, sempre acabam pequenos. Só o amor é real e grandioso! E isso é tão raro! Tão raro como respeitar a vida.”

(Resposta da Cia. do Amor a uma pergunta feita por um amigo próximo, que enviou um e-mail triste, em que conta como estava magoado com a ruptura de uma amizade antiga, por motivos bobos, que, segundo ele, poderiam ter sido resolvidos com mais diálogo, maturidade e compreensão).




“Rapaz, seja grandioso! Não por ego, mas pela sua paz de espírito. Saiba valorizar melhor os seus amigos reais, e jamais os perca, pois eles são raros. São eles que lhe compreenderão nos momentos difíceis; são eles que permanecerão. E não leve as coisas tão a sério, nem a si mesmo, ou o que dizem de você. Seja você mesmo, mas grandioso! Dá trabalho, mas garante a melhoria. Mas, também dá trabalho ser pequeno: dói demais, por dentro. E, quem projeta farpas no mundo, é porque já as tinha em seu arsenal interior.”

- Cia. do Amor -
A Turma dos Poetas em Flor.

(Recebido espiritualmente por Wagner Borges – Curitiba, 10 de outubro de 2006).

Segue uma mensagem para ler e refletir com lucidez e sensatez.
Grande e afetuoso abraço

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...